BLOG DE NOTÍCIAS DO MOVIMENTO ESPÍRITA.....ARAÇATUBA- SP

Atenção

"AS AFIRMAÇÕES, INFORMAÇÕES E PARECERES PUBLICADOS NESTE BLOG SÃO DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DE QUEM OS ELABOROU, ASSINA E OS REMETEU PARA PUBLICAÇÃO. FICA A CRITÉRIO DO RESPONSAVEL PELO BLOG A PUBLICAÇÃO OU NÃO DAS MATÉRIAS, COMENTÁRIOS OU INFORMAÇÕES ENCAMINHADOS."

sábado, 16 de outubro de 2010

Focalizando o Trabalhador Espírita Jhon Harley Madureira Marques


Jhon Harley Madureira Marques



Entrevista para Ismael Gobbo ao Notícias do Movimento Espírita



O entrevistado Jhon Harley Madureira Marques nasceu e reside em Pedro Leopoldo, MG, na cidade onde também nasceu Francisco Cândido Xavier, o nosso querido Chico Xavier. Jhon é casado e pai de três filhos. Teve convivência muito próxima com Chico Xavier a partir de 1981 e, desde então, começou a pesquisar sobre a vida e a obra do famoso médium culminando na edição do importante livro “O Voo da Garça”, lançado em 2010, em comemoração do Centenário de Chico Xavier, onde descreve a trajetória de Chico Xavier em Pedro Leopoldo, desde o dia 2 abril de 1910, data de seu nascimento, até sua mudança para Uberaba no dia 4 de janeiro de 1959.





Jhon poderia nos fazer sua apresentação?

Meu nome é Jhon Harley Madureira Marques. Sou filho de Arlete Madureira Marques e José Sérgio Marques (já desencarnado).Tenho 48 anos. Sou natural de Pedro Leopoldo, Estado de Minas Gerais. Sou casado há 23 anos com Renata Lúcia de Andrade Pinto Marques. Temos três filhos: Gabriel Marques (22 anos), Guilherme Marques (20 anos) e Gustavo Marques (17 anos).



Qual sua formação acadêmica e profissional?

Sou formado em técnico em Mecânica pelo CEFET/MG desde 1979. Completei o curso de graduação em Educação Física pela UFMG em 1983. Posteriormente, terminei o curso de graduação em Psicologia pela FUMEC em 1988. Fiz especialização em Educação Física Escolar na PUC/MG em 1994 e, finalmente, completei o Mestrado em Tecnologia no CEFET/MG em 1998. Desde setembro de 1991 sou professor de Educação Física do CEFET/MG.



Desde quando é espírita e como conheceu o espiritismo?

Minha formação religiosa, como muitos da minha geração, foi estruturada nos princípios do cristianismo, sob a interpretação do movimento católico. Na adolescência, por alguns anos, cheguei também a participar do movimento umbandista. A convite do meu tio Hélcio Marques, hoje trabalhador da Casa de Chico Xavier em Pedro Leopoldo, comecei a participar de uma reunião no Grupo Espírita Scheilla, exatamente no dia 20 de novembro de 1980. Foi amor à primeira vista.



A que casa está vinculado presentemente e quais as atividades que nela desenvolve?

Desde 1980 participo das atividades do Grupo Espírita Scheilla, instituição fundada por José Flaviano Machado (Zeca Machado), no dia 03 de agosto de 1954, sob a orientação de Chico Xavier. Participei das atividades da Mocidade Espírita por 10 anos e até hoje participo de reunião mediúnica e do estudo do evangelho. Em 1988, com um grupo de amigos e com o apoio da União Espírita Mineira, organizamos a Aliança Municipal Espírita de Pedro Leopoldo. Atualmente, além destas instituições, participamos das atividades da Casa de Chico Xavier e da Fundação Cultural Chico Xavier, ambas de Pedro Leopoldo.



Como conheceu Chico Xavier?

Por volta dos 17 anos de idade, em diversas ocasiões, tive sonhos curiosos onde Chico Xavier era o protagonista. Ouvindo falar muito em Chico Xavier, comecei alimentar um insistente desejo de conhecê-lo. Passei a sonhar que ele, sorridente, me olhava atentamente. Corria para encontrá-lo, mas quando chegava próximo ele já se encontrava em outro lugar. Estes sonhos persistiram por um bom tempo e deixaram significativas impressões.

Na inauguração da Praça Chico Xavier, por iniciativa da Prefeitura Municipal de Pedro Leopoldo, no dia 15 de novembro de 1980, a primeira homenagem pública do povo pedroleopoldense ao seu ilustre filho, tentei conhecê-lo na casa de sua irmã Maria Luiza Xavier, mas todos os esforços foram infrutíferos. Muita gente. Muita confusão. Naquele momento, percebi que outras pessoas também alimentavam este mesmo desejo.

Depois de outras tentativas, tive a alegria de conhecer Francisco Cândido Xavier em 1981, na casa de sua irmã Cidália Xavier de Carvalho. Confesso que fiquei, sob certa hipnose, olhando fixamente para o tão falado Chico Xavier. Encontro, reencontro, não sei... Mas a partir daí mantivemos um relacionamento de respeito e amizade que só foi interrompido mediante sua desencarnação, no dia 30 de junho de 2002.



Jhon, você que reside em Pedro Leopoldo teve e tem contato com pessoas que conviveram com o Chico. Nossa pergunta é no sentido de saber como era o Chico Xavier na vida pessoal, fora do meio espírita.

Em 21 anos de convivência, pude confirmar o que muitas pessoas já diziam ser ele um ser humano profundamente generoso, de hábitos simples, vivendo de sua modesta aposentadoria. Um típico mineiro que adorava uma boa prosa e ficava profundamente constrangido com elogios. Parafraseando o biógrafo uberabense Carlos Baccelli diria ser Chico não um “anjo” exercendo o papel de um homem, mas um homem, do mundo e no mundo, exercendo o papel de um “anjo”.



Você pesquisou sobre o real motivo da ida de Chico para Uberaba? Tem a ver com o sobrinho perturbado ou com o Padre Sinfrônio?

No início da década de 80, quando o Chico vinha frequentemente visitar os seus familiares em Pedro Leopoldo, em um encontro que tivemos em sua residência, nos fundos da casa de sua irmã Maria Luiza Xavier, ele disse claramente que, em princípio, não deveríamos sair da cidade onde nascemos. E completou dizendo que no seu caso não foi possível permanecer em sua cidade natal por razões que, na época, não chegou a descrever claramente.

Confesso que a partir desta recomendação procurei organizar minha vida pessoal e profissional em Pedro Leopoldo ou próximo a minha cidade, como por exemplo, Belo Horizonte. Do ponto de vista profissional cheguei até a recusar alguns convites fora do estado, pois entendia que um aconselhamento partindo de Chico Xavier tinha o peso de uma determinação.

Digo isto para que possamos entender a complexidade de uma decisão tomada por Chico Xavier ao sair de sua terra natal. Até hoje muitos espiritistas vêm procurando encontrar uma única razão que justifique a saída de Chico Xavier de Pedro Leopoldo para a cidade de Uberaba. Entretanto, creio que não existiu uma única razão, mas diferentes razões que somadas culminaram na saída de Chico Xavier no dia 04 de janeiro de 1959.

Em uma carta endereçada a Dona Hermelita, grande amiga de Chico Xavier da cidade de Matozinhos (7 Km de Pedro Leopoldo), ele dizia que já era desejo sair da cidade de Pedro Leopoldo por volta de 1965, quando o então estudante, Waldo Vieira completasse a sua formação acadêmica. Entretanto, em função das graves e falsas acusações do sobrinho Amaury Pena, filho da irmã Maria da Conceição Xavier Pena, residente em Sabará (40 Km de Pedro Leopoldo), diríamos que Chico Xavier teve que antecipar a sua saída.



Quais os livros de sua autoria?

Somente 02 livros. Primeiro a minha dissertação de mestrado lançada em 1998 intitulada: “A Educação Física na Escola Técnica Federal de Minas Gerais e a política nacional para a área: diferenças nos discursos?”. E o segundo livro lançado em 2010: “O Voo da Garça: Chico Xavier em Pedro Leopoldo (1910-1959).

A rigor, não podemos esquecer de que todos nós estamos escrevendo o livro mais importante de nossas vidas, não é mesmo? Cada dia estamos escrevendo uma página dizendo o que pensamos, o que falamos e como agimos.



Poderia nos falar sobre o livro de sua autoria O Voo da Garça recentemente lançado?

As razões deste livro começaram a tomar forma em abril de 1995, quando o Jornal “Oficina Humana”, de circulação restrita na região de Pedro Leopoldo, lançou uma edição comemorativa dos 85 anos de Chico Xavier. A convite da diretora do Jornal, Núbia Albano Soares, escrevi um artigo onde procurei falar um pouco mais sobre a sua humanidade. Dizia no artigo: “Quando se fala em Chico Xavier muitas pessoas imaginam um ser distante de nossa realidade. Um mito inabordável a qualquer sentimento humano, como se ele não fosse de carne e osso”. Em outra passagem considerava: “Desmistificar o mito Chico Xavier é reconhecer que como qualquer ser humano ele tem limites e necessidades de carinho, respeito e atenção”.

Como mantínhamos uma regular correspondência, enviei para Uberaba alguns exemplares e qual não foi a minha surpresa quando recebi uma carta e um telegrama do próprio Chico pedindo que, se fosse possível, enviasse outros exemplares. O artigo nada tinha de excepcional, sua linguagem era muito simples, uma conversa ao “pé do ouvido”, falando de um Chico Xavier tão humano como qualquer um de nós, mas que vivendo intensamente a sua humanidade, nos dava a impressão de um ser humano diferente e especial.

Quando me perguntam sobre o diferencial do livro levanto quatro questões: Em primeiro lugar sou o primeiro pedroleopoldense a escrever um livro (transita entre um documento histórico e uma obra biográfica)sobre o pedroleopoldense Chico Xavier. Não significa dizer que seja o verdadeiro olhar, mas um olhar dentre muitos outros olhares.

Em segundo lugar, o livro procura reconstruir os anos que Chico Xavier viveu em Pedro Leopoldo. Quero destacar aqui que não tenho nada contra a belíssima cidade de Uberaba, mesmo porque convivi com o Chico Xavier mais em Uberaba do que em Pedro Leopoldo. São duas cidades co-irmãs que tiveram o privilégio de receber o grande missionário do amor e da caridade.

Em terceiro Lugar, procurei recuperar algumas informações históricas que foram ignoradas e esquecidas ou equivocadamente reproduzidas entre alguns de seus biógrafos.

E, finalmente, o aspecto que considero mais importante da obra, procurei falar da humanidade de Chico Xavier. Creio que o maior legado deixado por Chico Xavier foi a sua exemplificação. Chico Xavier demonstrou ser humanamente e concretamente possível a construção de uma sociedade mais justa, mais fraterna e mais feliz. Como ele sempre dizia: "a melhoria do mundo começa em cada um de nós".



Você gostaria de dizer mais alguma coisa?

Dentre as muitas virtudes de Chico Xavier gostaria de destacar uma: o respeito pelas diferenças. Sinceramente, Chico reconhecia e respeitava o tempo de cada um. Para mim foi a pessoa que melhor conseguiu perceber e escutar o outro. Creio que todos nós que militamos no movimento espírita precisamos urgentemente exercitar esta qualidade. Infelizmente ainda falamos mais do que agimos. Parafraseando Chico Xavier diria: "a melhoria do nosso movimento espírita começa em cada um de nós".




Capa do livro de Jhon Harley que conta a

Trajetória de Chico Xavier por Pedro Leopoldo














Legenda das fotos: Jhon, segundo da esquerda para a direita com a família na visita que Chico Xavier fez à casa de seus pais; idem; o ainda garoto Jhon Harley com Chico na casa deste em Uberaba; foto rara de João Cândido Xavier, pai de Chico Xavier; O jovem Chico Xavier psicografando; Chico datilografando em seu trabalho na Fazenda Modelo; os dois amigos e médiuns Waldo Vieira e Chico Xavier; a Fábrica de Tecidos nos anos de 1920; Chico Xavier no jardim da sede da Fazenda Modelo; d. Cidália Xavier Carvalho, única dos irmãos de Chico Xavier, ainda encarnada, Jhon e sua mãe d. Arlete; Jhon Harley, José Issa Filho, Geraldo Lemos Neto e Geraldo Leão.



OBS: AS FOTOS Desta entrevista só PODERÃO SER UTILIZADAS EM OUTRAS PUBLICAÇÕES MEDIANTE AUTORIZAÇÃO EXPRESSA DO entrevistadO.

Entrevista: Lygia Barbiére Amaral Escritora desvenda os insondáveis caminhos do suicídio



A roteirista e escritora carioca Lygia Barbiére Amaral é casada e mãe de quatro filhos - Sophia (12 anos), Alice (9 anos), Estevão (6 anos) e Miguel (7 meses). Morando há 15 anos em Caxambu (MG), formada em jornalismo, pós-graduada em teatro e com mestrado em literatura brasileira, ela se apaixonou pela literatura ainda menina, o que a motivou mais tarde, inclusive, a ser professora de língua portuguesa.”Mas sempre soube que iria escrever”.

Autora de obras de sucesso , entre elas O jardim dos girassóis, a autora entrelaça as ideias espíritas em emocionantes histórias de personagens que se envolvem com dilemas existenciais, como síndrome do pânico, alcoolismo, depressão, regressão de memória e suicídio.

Lygia Barbiére lança agora pela Editora Correio Fraterno uma nova edição, revisada e ampliada, do seu consagrado romance A luz que vem dentro. E faz questão de salientar que seus livros não são psicografados, mas frutos de muito trabalho e suor. Acompanhe sua entrevista.



Você relaciona o suicídio com obsessão. Isso é sempre uma verdade?

Acho que sim. A Laura [personagem principal de A luz que vem de dentro ] estava obsediada quando se suicidou. Ela entrou numa sintonia negativa. Acredito que cerca de 80% dos suicídios sejam causados por obsessão. É uma questão de instantes, às vezes; em outras, uma ideia que fica nos perseguindo.

Você se baseou em caso verídico para escrever seu livro A luz que vem de dentro? Por que a abordagem desse tema?

Quando tive a minha filha Sophia, ela não queria mamar no peito. Foi um desespero pra mim, que tinha me programado para ter parto normal, amamentar. Até dois meses,tentamos tudo o que era possível. Ela ia ficando magra, com aspecto de doente e eu desesperada, até que tudo se resolveu. Depois de um tempo, um casal de amigos dos meus pais foi nos visitar. Contaram a história de uma moça que também não havia conseguido amamentar, entrou em depressão e se suicidou. Pensei: Meu Deus, coitada, ela não conseguiu vencer. Aquilo me doeu muito e decidi estudar sobre suicídio. Queria ajudar, e, na medida do possível, fazer alguma coisa para que outras pessoas não fizessem o mesmo.

Você sentiu a ajuda da autora Yvonne Pereira para escrever esse romance?

Acho que sim. Eu rezava muito para ela me ajudar. Em geral, quando escrevo, tenho sempre muita ajuda. E agradeço muito a Deus por isso.

Suas obras não são psicográficas; exigem muito trabalho de pesquisa. Quanto tempo você leva para escrever um romance?

Leio em torno de 200 obras para cada romance que escrevo, para depois poder pesquisar e relacionar os itens necessários à história. Para escrever A Luz que vem de dentro levei nove meses. Realmente A luz veio à luz. (risos)

E por que exatamente esse título?

Porque somente a luz que vem dentro é que pode ajudar tirar as trevas em volta de nós, que geram tanta dificuldades e compromissos. Há um trecho na história em que um dos irmãos da moça que se suicidou encontra um bilhete que ela mesma deixou para ele há muito tempo, onde diz que ele tinha que achar a luz que vem de dentro, encontrar a solução dentro dele. Isso ilustra que o suicídio é uma questão de envolvimento de um momento da pessoa. A moça, no caso, já havia pensado um dia iluminadamente. Há pessoas que se revoltam, que julgam, mas é preciso ter compaixão do suicida, porque isso pode acontecer com qualquer um de nós.

Mas ainda se fala meio de lado sobre casos de suicídio. Por quê?

Isso passa pela cabeça de muito mais pessoas que você imagina. E muitas vezes não se quer falar sobre o assunto por próprio medo. Porque, na verdade, o que mais nos incomoda no outro é o que justamente se tem. A psicologia diz isso. E quem não passa momentos difíceis em que surge a ideia de desistir da luta?

O suicídio é isso, para você?

Sim. É você desistir da oportunidade que tem de crescer e aprender na vida. É você acreditar que não consegue mais. É preciso saber que nada está fora do lugar. E que estamos preparados para dar conta do recado, inclusive da dor por que passamos.

Mas o senso comum diz que devemos falar apenas de coisas boas, para não cairmos em vibração negativa...

O conhecimento da vida, numa visão aberta para a espiritualidade, só ajuda você a pensar antes de se enganar, de se desesperar. Acho que o suicídio, principalmente, acontece muito mais porque não se conversa a respeito das tristezas, das angústias. Quanto mais eu puder externalizar, mais possibilidades terei de me sentir acolhida, de pedir ajuda para outras pessoas.

Na sua opinião, falta contato entre as pessoas. Está faltando ombro amigo?

Sim. Não podemos esquecer que um desespero, uma desilusão, pode desencadear o suicídio numa fração de segundos. No Congresso Espírita de Brasília, uma mensagem de Yvonne Pereira mostrou que um grupo de suicidas foi desarticulado durante o evento e que eles queriam levar mais gente dessa forma. (Leia a mensagem em nosso site.) Ela fala que o momento que atravessamos é seriíssimo. Há alguns espíritos que, depois que cometem o suicídio, querem levar outros para a mesma situação, por vingança, diversão ou ignorância, porque ainda não despertaram para a luz. Eles se aproveitam dos nossos momentos de fraqueza.

Por que há tanto suicídio? (Leia texto de André Trigueiro, na pág. 15)

Porque precisamos ter uma visão mais espiritualista da vida. Descobrir e compreender realmente o que estamos fazendo aqui. Não estou na Terra apenas para comprar roupas, sapatos, carro novo, ir para churrasco ou balada. Os valores estão muito deturpados; muitas vezes nem são passados de pais para filhos. Muitos não dão conta de criar, quanto mais de passar valores. Aí se sentem culpados e substituem essa tarefa por dar coisas, presentes . Que, contudo, não tapam o vazio que fica, a falta de esperança, de perspectivas, de crença em si mesmo, nos próprios valores. O homem veio ao mundo para servir e ser útil. Quem se sente útil não pensa em suicídio.

Você concorda que muitas pessoas se decepcionam com a falta da felicidade ilusória estampada nas capas das revistas: a mãe perfeita, a mulher sensual, o executivo bem-sucedido, a família feliz...

Não podemos nos entregar a essa ilusão, senão tudo fica muito superficial. Ao se viver esse mundo de Hollywood, acaba-se deslumbrado , perdendo-se a noção da tarefa, do que se veio fazer aqui. Quando você está fazendo aquilo para o que veio, você se sente bem com você mesmo e com o próximo.

Que solução você daria para a sociedade materialista, que valoriza o glamour, a posse, o poder ?

Perceber que tudo isso é transitório. Como digo sempre a meus filhos, você não pode levar um sofá para o mundo espiritual. Nem um computador. São coisas materiais, que fazem parte deste contexto de vida aqui. Mas a nossa sociedade, infelizmente, valoriza tanto o material, o ilusório que o desejo de felicidade acaba se desvirtuando.

Nas suas pesquisas, o que mais lhe chamou atenção?

Em 2001, o suicídio já era considerado a terceira causa de morte de jovens no Brasil, perdendo apenas para homicídios e acidentes de trânsito. A mesma reportagem informava os jovens tinham entre 15 e 24 anos e que este número havia aumentado cerca de 40 por cento só entre 1993 e 1998. Pelo que li recentemente, o quadro só piorou de lá para cá.

Não seria uma desistência do espírito, quando ele começa a assumir as suas tarefas, a sua reencarnação?

Não sei. Acho que também é muita droga e muito álcool. Eles acabam se destruindo, ficando muito loucos, assediados por obsessores. Bebem antes de ir pra balada, durante e depois; se drogam até se sentirem fora da realidade, para “ficar bem”. Depois pegam o carro, correm e morrem. Quando não, vão ficando desequilibrados em meio a tantos devaneios. E aí as portas realmente se abrem. Foi uma escolha.

Voce sente saudades de seus personagens?

Alguns realmente marcam a gente. A Laura [de A luz que vem de dentro], por exemplo, era bailarina. Ela se joga de um edifício. No mundo espiritual, percebe que para voltar à reencarnação, precisará valorizar o que destruiu . Em determinado momento da história, ela pergunta ao médico sobre suas dificuldades, limitações futuras: “...mas eu nunca mais vou poder dançar?” Isso me emocionou muito. Passado algum tempo, fui a um espetáculo de balé. Chorei tanto! Parece que eles ganham vida própria depois que a gente acaba o livro. A gente sente saudades.

Como você costura suas histórias? O que é, afinal, escrever um romance?

Eu tenho regras. Fiz o curso de oficina de roteiros, na Globo. Tenho formação para escrever telenovelas. Há a parte técnica, determinados pontos que têm que ser marcantes na história para se criar suspense, os ganchos, os pontos fortes. Desde o começo sei qual o fim a que quero chegar. Um romance, por exemplo, não pode ter apenas o tema central. É preciso que se relatem outras histórias sobre outros temas interessantes, que despertem a leitura, como se fizéssemos uma linda embalagem para presente, criando curiosidade, expectativa.

E o que você tem a dizer sobre quem critica os romances espíritas. Eles aproximam ou distanciam da realidade?

Não se trata de uma ilusão. Os meus romances são baseados, sim, na vida real. Como fazia Janete Clair, eu busco um fato atual, um recorte da vida e trago para dentro do tema que quero explorar. Há um preconceito muito grande com relação aos romances. Fico profundamente incomodada quando ouço: ah, não se pode só ler romance, tem que estudar para entender o espiritismo. Ora, assim como existem as mais diversas religiões para as mais diversas pessoas e tipos de entendimento, assim também é com a literatura. O romance é uma maneira mais fácil de se assimilar conceitos. E para isso, tenho todo um trabalho como escritora. O maior elogio que posso receber é saber que uma pessoa que nunca leu, começa a se interessar por leitura, ao ler um dos meus livros. E o meu objetivo é dar a minha contribuição ao maior número de pessoas.

E no caso do suicídio...

Se eu conseguir passar alguma informação para que as pessoas saibam como é o suicídio e pensem duas vezes antes de fazer qualquer coisa, já vou ficar muitíssimo feliz. Que a história consiga ser uma ruptura no pensamento, porque o conhecimento faz o contraponto na hora de qualquer impulso. Meu objetivo em todos os livros é fazer as pessoas pensarem, terem a informação espírita. O objetivo não é dar lição de moral. Cada um conclui o que quiser. Passo a minha leitura sobre os temas e divido com o leitor.

Você se angustia quando escreve? Como é o sentimento do escritor enquanto está desenvolvendo uma obra?

É muito difícil. Mas escrever, para mim, sempre foi uma necessidade. Lendo entrevistas de grandes escritores, Jorge Amado, Rubem Braga, que descrevem exatamente aquela angústia que sinto, vejo que faz parte. Quando a gente nasce com isso, tem que escrever , porque se não colocar para fora, começa a intoxicar e você acaba adoecendo. Quando estou criando, tudo está ótimo. Quando escrevo um capítulo legal, fico feliz, porque consegui fazer o meu trabalho. Em compensação, no dia em que não rende sinto uma tristeza profunda, uma sensação de incompetência, fico zangada comigo mesma. É muita pesquisa, muita transpiração. Claro que há a inspiração, como em qualquer trabalho. Tenho uma ajuda imensa da espiritualidade, à qual tenho uma gratidão sem tamanho. Mas meus livros não são obras psicografadas. Tenho certeza. Fico mergulhada na vida dos personagens , tentando compreender o universo de cada um, buscando a coerência das suas reações. Quando encerro uma história, choro. É uma despedida em todos os sentidos. Você sente que existe além dos personagens toda uma equipe espiritual que trabalhou junto e que ela também termina seu trabalho e vai embora. É muito emocionante, como as cenas de bastidores de último capítulo de novela. Fico em estado de graça.

A quem você recomenda esse seu livro?

A todos os que tenham vontade de entender um pouco sobre o tema. Procurei falar de uma maneira bem ampla, como para onde vão os suicidas, como é a organização, o que sentem, como se recuperam e o que podemos fazer por quem, infelizmente, se suicida. E que não existe aquela história: não posso fazer mais nada por aquela pessoa que já se foi de uma maneira tão triste. Não. Pode-se fazer ainda muita coisa, através do auxílio da prece, enviando-lhe fluidos positivos que a desperte para recomeçar. Nada está acabado. Também é próprio para qualquer idade. Minha filha de doze anos está lendo A luz que vem de dentro. Foi uma iniciativa dela, fiquei preocupada se era a hora certa. Mas ela parece tão empolgada, tão satisfeita que acabei percebendo que era uma decisão que não cabia a mim. Acredito que os livros – todos os livros – têm o “poder mágico” de atrair quem está precisando deles.



ENTREVISTA POR Eliana Ferrer Haddad PUBLICADA NO CORREIO FRATERNO

1515º. Encontro Fraterno Auta de Souza Parnaíba, PI

Data: 13 e 14 novembro

Local: Parnaíba –PI

Organização: Centro Espírita Chico Xavier

Contato: Dario Brito Calçada - (86) 9946-9867/9406-1555/3323-1892

dbcconsultoria@hotmail.com ; Everaldo everaldocamara@yahoo.com.br



Tema Central:

"Aprendei comigo que sou brando e humilde de coração" (Mateus, 11:29)

Cursos temas específicos:

* Campanha de Fraternidade Auta de Souza e Posto de Assistência
* Educação Mediúnica: Escola de Médiuns
* Centro Espírita: Escola da Alma
* Escola de Evangelização Infantil

Cursos temas atuais:

* Morri e agora? A vida no plano espiritual
* Sexo na visão espírita
* Viver bem faz bem

PROGRAMAÇÃO



Sábado (13/11/2010):

* 07:00h às 12:00h: Recepção, inscrição e instalação
* 07:00h às 10:00h: Café da Manhã
* 12:00h às 13:30h: Almoço e banho
* 13:30h: Abertura
* 14:00h às 16:00h: 1º Ciclo de Estudos
* 16:00h às 16:20h: Intervalo
* 16:20h às 18:00h: 2º Ciclo de Estudos
* 18:00h às 19:30h: Jantar e banho
* 20:00h às 21:30h: Tema Central
* 21:45h às 22:30h: Alegria Cristã
* 23:00h: Evangelho nos Alojamentos e dormir

Domingo (14/11/2010)

§ 05:00h às 05:30h: Café da manhã dos membros da Reunião Nympho Corrêa

§ 05:30h às 07:30h: Reunião Nympho Corrêa

§ 06:00h às 07:00h: Alvorada Cristã

§ 07:00h às 08:00h: Café da manhã

§ 08:00h às 09:00h: 3º Ciclo de Estudos

§ 09:00h às 11:00h:Práticas Assistenciais

§ 11:00h às 12:00h: Encerramento

§ 12:00h: Almoço



Ficha de inscrição e cartaz em anexo

Contamos com a sua presença!

Muita Luz no seu coração!




DARIO CALÇADA CONCAFRAS 2013
Fones: (86) 3323-1892 (Fixo)
9946-9867 (Tim)
9402-1555 (Claro)





(Informação em email de dbcconsultoria@hotmail.com repassado pela USE/SP)

5º. Seminário Espírita Allan Kardec “O Céu e o Inferno” Rio de Janeiro


(Informação em email de Rosenilda Figueiredo)

Assista os vídeos atualizados na Rede Amigo Espírita



NOVOS VÍDEOS DISPONÍVEIS NA REDE AMIGO:

VÍDEOS DO 6º CONGRESSO MUNDIAL:

Palestra: Médiuns e Mediunidade com Dr. Sérgio Felipe de Oliveira

Palestra: Centenário de Chico Xavier com Dra. Marlene Nobre

Palestra: Uma nova era para a Humanidade com Raul Teixeira

Comentários dos diretores Paulo Figueiredo e Oceano Vieira de Melo e trailer do filme “E a vida Continua”

Prece final e mensagem psicofonica de Divaldo Pereira Franco

Outros vídeos em destaque:

Palestra: Apometria não é Espiritismo com Dr. Luiz Carlos Barros Costa

Palestra: O homem e o meio ambiente, o desequilíbrio ecológico na visão espírita com André Trigueiro

Peça Teatral: Kardec, o homem Universal

Palestra no Reino do Pensamento com Gregório Rodrigues

Palestra: As 3 etapas da Revelação Divina com Jane Maiolo



São cerca de 200 palestras, seminários, entrevistas e encontros, com mais de 700 vídeos nos canais YOUTUBE

e nossos Blogs. Venha juntar-se a nós:

Rede Amigo www.amigoespirita.ning.com

Blog Amigo Espírita: www.amigoespirita.blogspot.com

Espiritismo em Vídeo: www.espiritismoemvideo.blogspot.com

Canal no Youtube: http://www.youtube.com/user/ze40

Canal no Facebook: http://www.facebook.com/profile.php?id=100001212150882

Canal no Twitter: http://twitter.com/amigo_espirita

Toda semana novos vídeos. DIVULGAR, INSTRUIR E UNIFICAR

Palestra sobre dependência Química na Casa de Eurípedes São Paulo

A Casa Espírita Eurípedes Barsanulfo

Convida a todos para o evento:

Expansão Doutrinária





TEMA: Dependência Química

Palestrante: José Carlos

(Programa Recuperação Radio Boa Nova)





17 de OUTUBRO, DOMINGO, às 10:00H





ENTRADA FRANCA



Rua San Gennaro, 102 – Mooca

Informações 3569-0638



(Informação em emails de correioceeb@ig.com.br e USE/SP)

Programa Muitas Vidas na TV Santa Cecília Santos, SP

Olá Amigos!


Neste Sábado dia 16/10, como 11:00 horas, no Programa Muitas Vidas NA TV Santa Cecília,


Será o entrevistado Nilton Starnini , com o tema A 58a. Semana Espírita de Santos ,


Apresenta a 58º Semana Espírita de Santos,divulgando sobre os palestrantes ,


Os temas escolhidos pelos oradores.


Tudo isso Sábado pela manhã da TV Santa Cecília: 13da canal NET e em UHF antena () canal 52


O Programa Muitas Vidas agora está na Internet pelo Santa Cecilia TV.

Acesse : santaceciliatv.com.br


Ao abrir uma página em que consta WEBTV, É só clicar em "assista ao vivo" e a Programação está ar.





Não perca. Divulgue!!





(Informação em emails Rose Moliterno, José da Conceição de Abreu e Otávio Cunha)

Agenda Grupo Vocal Reencontro 2010



BLOG DO M.E. I e DO GRUPO VOCAL REENCONTRO.

http://mei-reencontro.blogspot.com





ASSOCIAÇÃO ESPÍRITA DR BEZERRA DE MENEZES/ A CAMINHO DA LUZ

NÚCLEO JARDIM CAMARGO VELHO

SEGUNDA FEIRA, 25 de outubro de 2010

Rua Manuel Rodrigues Santiago, 19 – Itaim Paulista – São Paulo – SP

19h30min



CENTRO ESPÍRITA ESTUDO E MEDITAÇÃO

DOMINGO, 31 de outubro de 2010

Rua Jaboticabeiras, 148 Gopouva – Guarulhos – São Paulo – SP

09h00min



CASA DO CAMINHO IRMÃ SHEILLA

DOMINGO, 07 de novembro de 2010

Rua Pastor Agenor Caldeira Diniz, 495. Jardim IV Centenário – SP

08h30min



CENTRO ESPÍRITA DR. AUGUSTO MILITÃO PACHECO

DOMINGO, 14 de novembro de 2010

RUA Flor de Cachimbo, 295 – Jd. Santana - São Miguel Paulista – SP.

18h30min



FRATERNIDADE ESPÍRITA IRMÃ MARIA

TERÇA-FEIRA, 23 de novembro de 2010

Rua Solar dos Pinheiros, 388 – Vila Industrial – SP

19h30min



CASA ASSISTENCIAL CAMINHO DA VERDADE

QUARTA-FEIRA, 24 de novembro de 2010

Rua Fiorentino Felipe, 523 Bairro Baeta Neves – São Bernardo do Campo – SP

19h30min



CASA DO CAMINHO

QUINTA FEIRA, 25 de novembro de 2010

Rua Sétimo Guazzeli, 113 – Baeta Neves – S. Bernardo do Campo - SP

19h30min



CAPAF – CASA DO CAMINHO E PASSAGEM ANÁLIA FRANCO

DOMINGO, 28 de novembro de 2010

Rua Antonio Thadeo, 309 – Lageado – Guainazes – São Paulo – SP

09h30min



NUCLEO ASSISTENCIAL ESPÍRITA FRATERNIDADE CRISTÃ

SEGUNDA feira, 06 de dezembro de 2010

Rua Antonio de Paula Souza, 97 – Vila Primavera – SP

20h00min



CENTRO ESPÍRITA DR. AUGUSTO MILITÃO PACHECO

DOMINGO, 12 de dezembro de 2010

RUA Flor de Cachimbo, 295 – Jd. Santana – S. Miguel Paulista – SP

18h30min



CASA DO CAMINHO IRMÃ SHEILLA

DOMINGO, 13 de dezembro de 2010.

Rua Pastor Agenor Caldeira Diniz, 495. Jardim IV Centenário – SP

19h00min



NO DIA 18 DE DEZEMBRO, TEMOS UM EVENTO A CONFIRMAR NO LENICO



(Informação em email de Regina Bachega)

Boletim Informativo da AME-SP Outubro 2010

ACESSE O BOLETIM AQUI: http://www.amesaopaulo.org.br/



(Informação em email da secretaria da AME-SP)

Palestra com José Maria Medeiros em Araçatuba Registro

Texto e fotos Ismael Gobbo



O orador José Maria de Medeiros Souza, está realizando roteiro de palestras pela região noroeste de São Paulo e Três Lagoas no Mato Grosso do Sul. Nesta sexta feira 15/10 proferiu palestra na Aliança Espírita Varas da Videira onde desenvolveu o tema “4 passos para Jesus”. Na sua fala José Maria elencou os 4 passos. O primeiro define como o da conversão, o segundo consistente no perfeito entendimento da missão de Jesus pela ótica Espirita, isento de quaisquer crendices e misticismo, o terceiro é o do testemunho e o quarto o da vivência da lei de amor e caridade. No período da manha da sexta José Maria esteve concedendo entrevista ao repórter Abdo Rogério no programa da Radio Bandeirantes AM e, no sábado, participou do programa A Voz do Espiritismo dirigido por Nelson Custódio.








Legenda

José Maria ao fundo falando com Abdo Rogério no

programa Manhã Bandeirantes

José Maria em primeiro plano com Nelson Custódio

Palestra na Aliança Espírita Varas da Videira

Vista parcial do público

Vista parcial do público

José Maria autografando

Conselho Espírita Internacional Conclui Reunião em Valencia, Espanha

A reunião ordinária do Conselho Espírita Internacional, realizada nos dias 12 e 13 de outubro, no Hotel Vora Fira, em Valencia (Espanha), após o 6o. Congresso Espírita Mundial,, foi concluída com algumas decisões: 1) Houve aprovação da integração de Luxemburgo, como membro observador do CEI; 2) Após as ações de apoio já ocorridas, e, tendo em vista a divergência existente com relação ao representante da USFF - União Espírita Francesa e Francófona, com duas pessoas comunicando ao Conselho Espírita Internacional de que estão na presidência dessa Instituição, e na impossibilidade de o CEI deliberar sobre o assunto já que este está sendo levado para decisão em juízo junto a Justiça Francesa, o Conselho Espírita Internacional deliberou afastar temporariamente a USFF - União Espírita Francesa e Francófona como membro do CEI, retornando o assunto para ser analisado em próxima reunião quando houver condições para uma decisão a respeito. A direção do Conselho Espírita Internacional e as Instituições que o integram, permanecem à disposição da referida Instituição e do Movimento Espírita Francês para colaborarem no trabalho de pacificação e de união desse Movimento; 3) Após apresentações de países que se propõem a sediar o 7o. Congresso Mundial, em 2013, tendo sido designada uma comissão para conhecer "in loco" as condições dos três países candidatos para o próximo evento; 4) Houve eleição da Comissão Executiva do CEI, renovando-se sete membros cujos mandatos se extiguiam e eleição para os cargos. A comissão executiva do CEI fica integrada por: Nestor João Masotti (Brasil) - secretário geral; Charles Kempf (Bélgica) - 1o. secretário; Salvador Martin (Espanha) - 2o. secretário; Antonio Cesar Perri de Carvalho (Brasil) - 1o. tesoureiro; Vitor Mora Feira (Portugal) - 2o. tesoureiro; membros: Eduardo dos Santos (Uruguai), Elsa Rossi (Reino Unido), Edwin Bravo (Guatemala), Fábio Villarraga (Colômbia), Jean Paul Évrard (Bélgica), Jussara Korngold (EUA) e Ricardo Lequerica (Colômbia); 5) Foram definidos alguns eventos, como reuniões, seminários e visitas para o ano de 2011, e reunião ordinária do CEI em Montreal (Canadá), para o período do verão do ano de 2012. A reunião foi concluída em um clima fraterno, com a leitura de duas mensagens espirituais destinadas à reunião do CEI, pelos espíritos Joaquim Alves (Jô) e Amália Domingo Soler. O dirigente da Confecol Jorge Berrio (Colômbia) descreveu a presença de diversos espíritos orientadores, ligados a vários países presentes.





Legenda

MESA DIRETORA

REPRESENTANTES

REPRESENTANTES


Interferência

Adelvair David




Alcançar pelos próprios méritos é legítimo.
Cada ser humano caminha na direção das suas necessidades. Sua história é construída pelos esforços e aperfeiçoamento de suas próprias idéias, onde, a interferência alheia pode colaborar, quando honesta e opinativa, ou corromper, quando se lhe submete sem resistência ou reflexão.
O processo de verdadeira legitimidade só pode acontecer quando alguém realiza, sem interferência ilícita, pelos seus meios, suas forças, seu entendimento e seu prestígio o que se propõe fazer. Arrastar alguém a qualquer custo, sem se importar com os princípios éticos morais, apenas para satisfazer anseios que se escoram em intenções duvidosas, é processo nocivo, e não anunciam progresso ou crescimento individual, tão pouco coletivo.
Ser conduzido por conveniência ou não, pode trazer grandes complicações que nem sempre ficam restritas àqueles que as criaram; a interferência aceita ou imposta pode obscurecer a transparência e o desejo de muitos, consolidando o engano de poucos, em detrimento das necessidades e aspirações da maioria.
Aquele que alcançou um lugar sem o devido preparo emocional ou espiritual pode ser convidado pela vida a experimentar o anonimato, para que se tome consciência da sua real significação, e que, desiludido, possa digerir o que criou, para o aprendizado da humildade. Disse-nos o amorável Senhor: “aquele que se exalta será humilhado, e quem se humilha será exaltado”.
Existe loucura disfarçada de bem comum. A história registra o nome de tantos quantos se acreditavam detentores de autoridade eterna, de recursos imperdíveis, de valores inquestionáveis, que o tempo tratou de arquivar, transferindo para o futuro apenas os alertas para que tantos outros não façam o que eles fizeram.
Interferir na realidade dos outros é invadir um mundo desconhecido, com conseqüências imprevisíveis; aceitar interferência de qualquer espécie, sem discernir é autorizar a outrem o controle da sua vida.
Ele amou deixando livre; aconselhou para a liberdade; deu a vida em sinal de profundo respeito aos sentimentos, mesmo enganosos da humanidade.
A MELHOR INTERFERÊNCIA É A DA COMPREENSÃO
Autor da mensagem: Adelvair David - publicada no Jornal "Folha Noroeste" da cidade de Jales-SP em 09-10-10

Programação da Fraternidade Francisco de Assis São Paulo




Mensagem da Fraternidade Francisco de Assis


No dia 15/10/2010, à partir das 19:30 horas, teremos a
Palestra de Antonio Demarchi, com o Tema"Deus tem uma plano em sua vida".

Compareça, a entrada é franca.
Transmissão ao Vivo em nosso Site.

---------------------
Nossos Horários:

Quarta-feira: à partir das 15:30 hs e à partir das 19:30 hs
Palestras, Passes e orientações.

Sexta-feira: à partir das 19:00 hs
Curso Mediúnico, Palestras, Passes, orientações e evangelização infantil.

Rua Nhengaibas, 300 - Vila Prudente
Próximo da Av. Salim Farah Maluf com Av. Vila Ema - São Paulo - SP.
Fone: 11-2021-1998
www.fraternidadeassis.com.br

---------------------
Palestras ao Vivo
Estamos transmitindo nossas Palestras ao Vivo via internet.

Todas Sextas-feiras 19:30 horas

Acesse o site da TV Fraternidade para maiores informações.
www.tvfraternidade.com.br

-------------------


Participe da comunidade da Fraternidade Francisco de Assis no Orkut:
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=20674738

(Informações recebidas em email de Elizeth Marcos Corona licoronali@yahoo.com.br)

1ª. Feira do Livro Espírita Infantojuvenil Santos, SP



(Informação em email de eduardo Rodrigues eduardo@dvtecnologia.com.br)

Palestra com parte musical no Lar Espírita Luz e Amor Diadema, SP

PALESTRA MENSAL

30/10/2010 - SÁBADO

HORÁRIO: 18H00

PALESTRANTE: ROSELI MARTINS

TEMA: OTIMISMO

MUSICAL: MV SOM

PEDIMOS A DOAÇÃO DE 1K ALIMENTO PARA A TCC

Departamento de Divulgação

Lar Espírita Luz e Amor-Rua Castro Alves, 165, Diadema, SP - Telefone: (011)4056-2003



(Informação em email de Divulgação Luz e Amor divulgacaoluzeamor@terra.com.br)

1º. Conjuresp- Congresso Jurídico-Espírita do Estado de São Paulo Ribeirão Preto, SP



(Informação em email da USE/SP)

Encontro de Evangelizadores de Poços de Caldas, MG

Olá queridos amigos,





O nosso encontro será no

Dia 24 de outubro

das 14 horas até às 17 horas.

Centro Espírita União Fraternal

Rua Paraíba, 295 - Centro

Poços de Caldas - MG



Informações: alcioneareis@hotmail.com



Tragam duas folhas de papel dobradras, tesoura, cola e duas revistas que tenham bastantes coloridos. Iremos confeccionar um livro de histórias.



Trataremos ainda do tema:

QUEM É ACRIANÇA QUE CHEGA PARA NÓS.

Por favor confirmem a presença!!!



Um grande abraço e até lá.





Acione Alves Reis

DIJ - AME/CRE Poços de Caldas


(Informações em email de Otavio Cunha)

II Encontro Espírita de Nova Resende Nova Resende, MG

Programação



08:00 h: Inscrições e café da manhã

09:00 h: Abertura – Prece inicial

09:10 h: Apresentação musical com Adriano e Carlos (São José do Rio Pardo-SP)

09:30h – Seminário com Danilo Oliveira (Poços de Caldas-MG), com o tema: A importância do Evangelho no Mundo em transição.

10:15h – Intervalo

10:30h – Retorno aos trabalhos

11:30h – Almoço – Escola Estadual Padre Luiz Moreno

13:00h – Retorno aos trabalhos com apresentação musical com Adriano e Carlos (São José do Rio Pardo-SP)

13:15h – Palestra com Evandro Bogo (Passos-MG) – Tema: Um novo homem uma nova humanidade.

14:15h – Apresentação musical com Adriano e Carlos

14:30h: - Teatro Espírita com a peça “O Espírita Desencarnado” - com o grupo de teatro TEAMES (Alfenas-MG)

16:00h – Encerramento.



LOCAL: Câmara Municipal de Nova Resende

DATA: 24/10/2010

HORÁRIO: 08:00h

ALMOÇO: Escola Estadual Padre Luiz Moreno

Telefones para contato: Leliane 35-9819-9860 / 9966-0034

Ivam 35-9177-8077/ 3562-1392

Taxa de inscrição: R$ 10,00

Obs: pedimos por favor confirmarem as inscrições pelos contatos acima.

“Nós vos convidamos, a vós homens, para este divino concerto. Tomai da lira, fazei uníssonas vossas vozes, e que, num hino sagrado, elas se estendam e repercutam de um extremo a outro do Universo" O Espírito de verdade.

(Informação em email de amepcaldas@gmail.com repassado por Otavio Cunha)

Teatro “A Morte é uma Piada!” Belo Horizonte, MG




(Informação em email de fatima@amebh.com.br repassado pela USE/SP)

Oficinas de Literatura Infanto-Juvenil e Jogos Espíritas São Paulo

Oficinas de Literatura Infanto-Juvenil e Jogos Espíritas



Oficinas de Literatura Infanto-Juvenil e Jogos Espíritas

31 de outubro de 2010 (domingo), das 14:30 às 18:30 horas

VAGAS LIMITADAS



Objetivo: demonstrar como usar a literatura e os jogos como ferramentas para a Educação Espírita Infanto-Juvenil.

Programa: avaliando livros e adequando-os à faixa etária; montagem de biblioteca circulante; ações de incentivo à leitura; adaptando jogos para uso em aula; criação de jogos espíritas; etc.

Informações e Inscrições: marthinharg@yahoo.com.br ou (11) 9765.1881.

Inscrições até acabarem as vagas e/ou até 24.10.2010 - R$ 5,00/lanche

Realização: Educadores Espíritas Infanto-Juvenis da USE SP e do CE Gabriel Ferreira.

Local: Centro Espírita Gabriel Ferreira (Rua Kaneda, 474 – Vila Maria – São Paulo/SP)



Como chegar de carro: Marginal Tietê – Ponte da Vila Maria – Av. Guilherme Cotching (até o final) – pegar subida, à esquerda: R. Mere Amedéa – na praça Cosmorama, pega à esquerda: Av. Alberto Byington (até o fim – passará por: Biblitoeca Vila Maria/esquerda – Praça Maria Montessori e Padaria Bole Bole/direita – bancos Bradesco e Itaú – lombadas – mercado Chinen) – no final da Av. Alberto Byington, virar à esquerda e, de novo, primeira à esquerda: você estará em frente ao Gabi (CE Gabriel Ferreira).

Como chegar de ônibus: No terminal de ônibus da estação Santana do metrô, pegar o ônibus 271 M/Santana – Parque Novo Mundo. Descer no ponto mais próximo ao Clube Cidade Thomaz Mazzoni. Em frente ao portão principal do clube, pegar pequena subida e virar à primeira à esquerda: você estará na rua do Gabi.



Por favor, divulguem a iniciativa em suas instituições e a outras Casas e Educadores Espíritas. Esta será a última atividade do setor em 2010.



Beijos.

Marthinha e galera do DIM/USE SP e Gabi



(Informação recebida em email da USE/SP)

5º. Encontro de Pais e Filhos para a Educação Espírita São José do Rio Preto, SP



(Informações em email de riopretoregional riopretoregional@uol.com.br)



INFORMAÇÕES SOBRE EUGÊNIA MARIA ACESSE:
http://ismaelgobbo.blogspot.com/2010/09/focalizando-o-trabalhador-espirita_12.html


Rádio Espírita Campinas Programação Semanal

www.radioespirita.org.br

Estréia

Programa Ação 2000

A visão espírita da Notícia

Sexta-feira, 15/10, às 21h

Sexta-feira

15/10, 20h30

Programa Observatório Espírita

Um panorama da imprensa espírita

Confira os periódicos

Revista "O Consolador" e Gazeta "Pensador"

Domingo

16/10, 19h

Programa Opinião Espírita

A cultura espírita ao alcance de todos

“A evolução é individual, mas não solitária”

Reflexões de como o AMOR é, de fato, o caminho para o progresso

Participam do programa: Isabela Lino, Carlos Garcia e Sandro Cosso

Editorial

Nossa evolução moral e intelectual, e conseqüentemente espiritual, se dá de forma individual. Todavia, na senda do progresso não evoluímos sozinhos. Temos a necessidade de realizarmos essa tarefa em conjunto com outros seres, com os quais desenvolvemos os mais variados sentimentos.

Assim, viver em sociedade (começando pela família) é mecanismo divino de evolução: uns ajudam os outros, e as experiências e sentimentos lapidam nossas imperfeições. Dentre eles, o sentimento mais nobre e elevado, que está presente nas expressões mais simples da vida é o Amor. Sentimento este que João Evangelista, em sua sabedoria, fez referência a Deus nosso Criador quando afirmou “Deus é Amor!”. Jesus legou à Humanidade um dos maiores ensinamentos a respeito do Amor e foi registrado no evangelho de João Evangelista, capítulo 13, versículos 33 e 34 – “Novo Mandamento vos dou: que vos amei uns aos outros; assim como eu vos amei, que também vos ameis uns aos outros. Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros.”

Porém, inseridos num mundo como a Terra, é possível compreender a magnitude deste mandamento? Como entender o Amor? É possível viver a plenitude desse sentimento ou ainda estamos longe até de compreendê-lo? Como cada ser humano pode compreender esse sentimento tão importante para a vida do Espírito? O Espiritismo traz uma proposta de compreensão do Amor: é ferramenta de progresso Moral, Intelectual e Espiritual. Participe você também deste debate!

Texto: Isabela Lino e Sandro Cosso.

19h 50

Programa Encontro Marcado

A proposta espírita levada ao ambiente de trabalho.

20h

Programa Nos Caminhos do Saber

Uma reflexão sobre os assuntos do cotidiano, na busca do verdadeiro significado da vida.

“Superação de passos, necessidades especiais"

Participam do programa: Aglaê Silveira, Marcos Sibineli e Antônio Carlos Tarquíno

Produção e Apresentação:

Área Cultural do Instituto Brasileira de Psicoterapia Autógena

www.caminhandojuntos.org

20h30

Programa Galeria de Idéias

As pessoas e idéias que contribuem para a melhora sociedade

“Denvendando o Mito Divino”

A simplicidade por detrás de crenças que moldaram a cultura humana

Terça-feira

19/10, 21h

Programa Conheça Kardec

O ambiente espírita à época de Allan Kardec

Artigo

“Polêmica espírita”

Revista Espírita, novembro de 1858

Associação de Divulgadores do Espiritismo de Campinas

www.adecampinas.org.br


Apoio Cultural

Livraria Espírita Ponto de Luz

www.seulivroespirita.com.br

(Informação recebida em email da Rádio Espírita Campinas e Otavio Cunha)

Show Beneficente em prol dos índios Kariri-xocó Santo André, SP


Amigos, é neste final de semana o Show beneficente com Margarete Áquila para os índios Kariri-xocó...

Os ingressos estão à venda no BAZAR MADEIRA RUA ARLINDO MARCHETTI, 249 - SÃO CAETANO DO SUL

Se não puder participar do show, suas doações (alimentos não perecíveis) serão bem vindas até 16/10 nos seguintes endereços:

ADEMIR MENDES: RUA MARCILIO DIAS, 427 - BAIRRO SANTA MARIA - SANTO ANDRÉ

MARIART DOCES: RUA SÃO PAULO, 244 – B. CERÂMICA – SÃO CAETANO DO SUL

Peço que repassem este e-mail a todos os amigos e ajudem, pois a situação dos índios é crítica, tanto que até o horário de envio deste e-mail, 3 crianças já desencarnaram por desnutrição

Contamos com sua ajuda.

Abraços e que Deus ilumine a todos..

Edu

DM-USE SCS


(Informações recebidas em email de eduardo Rodrigues eduardo@dvtecnologia.com.br)

Curso de Monitores do ESDE Araçatuba, SP



(Informação em email de Sirlei Nogueira)

Programação da USI- Unione Spiritica Italiana em Pescarenico, Lecco, Itália

USI – Unione Spiritica Italiana

“ Vida e Obras de Chico Xavier”



Em colaboração com:

GLAK —Gruppo di Lecco Allan Kardec

Quando - 17/10 Domingo - Seminàrio

Onde: Via Dei Pescatori, 43 – Pescarenico -Lecco

Oràrio: 1ª Parte 10:30 as 12:00

das 12:00 alle 13:30 (Pausa com lanche em companhia)

2ª Parte das 13:30 as 15:30

Contato:gruppodilecco@yahoo.it unionespiriticaitaliana@yahoo.it

Cell: 380 290 37 56 – Regina Piccoli



SDS - Sentieri dello Spirito

Quando: 18/10 Segunda feira - Palestra

Onde: Via Machiavelli, 2 - Milano—MI

Oràrio: Das 20:30 as 22:00

Contato: sds@sentieridellospirito.it unionespiriticaitaliana@yahoo.it

Cell:328 007 7657 - Regina Zanella



Cammino della Luce

Quando:23/10-Sabado-Palestra -
Onde : Hotel Continental - Via Roma, 16 - 31100 – Treviso - TV

Oràrio: Dalle15:30 alle 17:30

Contatto:camminodellaluce@hotmail.com unionespiriticaitaliana@yahoo.it

Cell. 340 811 8279 – Dilza Zamprogno



Apresentam com o palestrante Antonio Cesar Perri de Carvalho, natural da cidade de Araçatuba (SP), ora radicado em Brasília (DF), conhecido dirigente espírita, palestrante, escritor e atual diretor da Federação Espírita Brasileira (FEB), além de Secretário Geral do Conselho Federativo Nacional e membro da Comissão Executiva do Conselho Espírita Internacional (CEI), foi Professor Titular da Faculdade de Odontologia da UNESP de Araçatuba, Doutor em Ciências, Pró-Reitor de Graduação da UNESP, pesquisador da USP e consultor do INEP/MEC.

“Chico Xavier – Vida e obras”





(Informação em email de Regina Piccoli)



Registro dos eventos na cidade de Olímpia, SP

Neste mês de outubro o movimento espírita de Olímpia esteve movimentado com palestra de Orson Peter Carrara, no dia 30 de Setembro no C.E. Bezerra de Menezes. Também foi realizada a 2ª. Semana Espírita Olimpiense no período de 06 a 09 de outubro.









Legenda: Apresentação do Grupo Vocal União e Harmonia na Casa de Cultura de Olímpia, durante a Segunda Semana Espírita de Olímpia; Palestra do Sr. Wellington Balbo de Bauru no Centro Espírita "Allan Kardec", durante a Segunda Semana Espírita de Olímpia;
Palestra Ismael Gobbo no ASA "Bezerra de Menezes", durante a Segunda Semana Espírita de Olímpia; Palestra do Sr. Rolvo Ravena de Frutal na Cruzada Assistencial Espírita, durante a Segunda Semana Espírita de Olímpia; Palestra do Sr. Orson Peter de Matão na ASA "Bezerra de Menezes
Informações e fotos recebidas de Rogério Furlaneto Pereira

Programa Ação 2000 ADE-SP Focaliza o Dia da Criança Rádio RBN

ASSOCIAÇÃO DE DIVULGADORES DO ESPIRITISMO DE SÃO PAULO



SÃO PAULO, 13 DE OUTUBRO DE 2010



“Dia da Criança”– Nesta semana, vários veículos de comunicação fizeram referência ao dia 12 de Outubro. A escolha desta data se deu, porque nesse mesmo dia, no ano de 1959, a UNICEF oficializou a Declaração dos Direitos da Criança. Nesse documento, se estabeleceu uma série de direitos válidos à todas as crianças do mundo como, alimentação, amor e educação.

O tema acima será analisado e discutido pela equipe do programa AÇÃO 2.000 - A VISÃO ESPÍRITA DA NOTÍCIA. O slogan do programa: “A ADE comenta e analisa o assunto, mas não fecha a questão”. Vale lembrar, que a transmissão é ao vivo, neste sábado, dia 16 de outubro de 2010 às 8 horas, pela REDE BOA NOVA DE RÁDIO.

Participam do programa como comentaristas, os comunicadores da ADE-SP Tarcízio Bazílio, Milton Felipeli e Waldete Tiepo.

Direção: Éder Fávaro.

Sintonize a rádio em AM 1450 (Capital e Grande São Paulo). Em Sorocaba e Região Sudoeste - SP: 1080 - Brasil : Via Parabólica: Leiloação TV (Canal do Boi) e pela internet no site www.radioboanova.com.br

Os ouvintes podem participar pelo Tel. 0800.9795011 ou pelo e-mail: rede@radioboanova.com.br

www.adesaopaulo.org.br

imprensa@adesaopaulo.org.br

Reunião do Conselho Espírita Internacional Valencia, Espanha

Na tarde do dia 12 de outubro após o encerramento do 6º. Congresso Espírita Mundial, em Valencia (Espanha), foi iniciada a Reunião Ordinária do Conselho Espírita Internacional, nas dependências do Hotel Vora Fira. A reunião foi presidida por Jean Paul Évrard, assessorada pelo secretário geral Nestor João Masotti e secretariada por Charles Kempf. Houve o comparecimento de dirigentes de entidades nacionais dos países: Alemanha, Angola, Argentina, Áustria, Bélgica, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Cuba, El Salvador, Espanha, Estados Unidos, França, Guatemala, Holanda, Honduras, Itália, Japão, México, Noruega, Panamá, Paraguai, Peru, Porto Rico, Portugal, Reino Unido, Suécia, Suíça e Uruguai. E de visitantes de Hungria, Bielorrússia, Equador, Finlândia, Luxemburgo e Polônia. Num primeiro momento todos os representantes apresentaram informações sobre as atividades realizadas em seus países. O relatório das ações da FEB foi apresentado pelo seu representante Antonio Cesar Perri de Carvalho. Ocorreram relatos de atividades realizadas e programadas das Coordenadorias do CEI (Europa, América do Sul, América Central e Caribe); informação sobre as medidas iniciais com a criação da Coordenadoria do CEI para o Movimento Espírita da África; informações sobre o 6o. Congresso Espírita Mundial (de Valencia), que contou com 1807 participantes, oriundos de 36 países. A Reunião do CEI prossegue.

(Informações e fotos via email CEI)





Legendas

César Perri apresenta o relatório da FEB


Parte dos representantes e visitantes

Mesa diretora e representantes